quarta-feira, 23 de julho de 2014

Médico que atua em Clinica Particular de Aracaju é processado por acumular três cargos públicos e manter consultório.


O Ministério Público Federal (MPF) processou o médico M.C.B.N por manter três cargos públicos e um consultório privado no período em que deveria cumprir sua carga horária nos serviços públicos.

Segundo as investigações do MPF, o acusado mantinha dois vínculos com o Ministério da Saúde. Durante quase cinco anos, ele também manteve um terceiro vínculo, com o município de Nossa Senhora do Socorro. Nos dias e horários que deveria trabalhar nos serviços públicos, ele trabalhava em duas clínicas particulares em Aracaju.

A ação destaca que o médico não poderia manter consultórios particulares em horário incompatível com o trabalho no Ministério da Saúde, nem acumular mais de dois vínculos em cargos público.

Caso seja condenado, poderá perder os cargos públicos, ressarcir os cofres públicos, pagar multa, além de ficar com os direitos políticos suspensos e impossibilitado de contratar com o poder público.

Fonte: Jornal de Sergipe.

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...