segunda-feira, 1 de setembro de 2014

EM CIMA DO MURO: Marina Silva muda capítulo sobre casamento gay de programa.

 Mudança constante em opiniões levam eleitores a questionar caráter da candidata.

Depois da repercussão do plano de governo de Marina Silva que defendia o casamento entre pessoas do mesmo sexo e a criminalização da homofobia, o PSB voltou atrás e anunciou uma errata retirando algumas propostas para o movimento LGBT do documento.

No site oficial de Marina Silva um texto foi divulgado fazendo algumas alterações para tentar amenizar as críticas recebidas pelos mais conservadores.

Entre as propostas apresentadas na sexta-feira (29) estava a aprovação de uma lei para aprovar o casamento gay dizendo: “Apoiar propostas em defesa do casamento civil igualitário, com vistas à aprovação dos projetos de lei e da emenda constitucional em tramitação, que garantem o direito ao casamento igualitário na Constituição e no Código Civil”. Com a mudança o trecho ficou restrito a “garantir os direitos oriundos da união civil entre pessoas do mesmo sexo”.

A parte que defendia a discussão do PLC 122/2006 foi retirada do plano de governo, assim como o trecho que defendia a distribuição de material didático para conscientizar as crianças sobre a “diversidade de orientação sexual e às novas formas de família”.

A proposta continua no texto, mas com os dizeres “Incluir o combate ao bullying, à homofobia e ao preconceito no Plano Nacional de Educação”.

Para justificar a alteração o site de Marina Silva diz que houve “falha processual na editoração” que fez vazar na internet e em alguns exemplares impressos a redação de um texto que “não contempla a mediação entre os diversos pensamentos que se dispuseram a contribuir para sua formulação e os posicionamentos de Eduardo Campos e Marina Silva a respeito da definição de políticas para a população LGBT”.

Ainda na nota de esclarecimento, o partido diz que mantém seu compromisso com a defesa dos direitos civis do movimento gay e com a promoção de ações que estimulem o bom convívio com estes grupos.

Redação com informações do Gospel Prime.

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...