quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Contadora revela que Mário Negromonte indicou empresas para doleiro preso pela policia federal na operação lava jato.

 Segundo Poza, Negromonte indicou empresa ao doleiro Youssef.

Em mais uma sabatina na CPMI da Petrobras, a contadora do doleiro Alberto Youssef, Meire Poza, contou novas participações do conselheiro do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) e ex-deputado federal pelo PP, Mário Negromonte, e o doleiro. Meire afirmou que o Negromonte indicou a Youssef, a compra de uma empresa de rastreamento de veículos de Goiânia.

A contadora disse ainda que Negromonte costumava ir a um dos restaurantes da amante de Youssef, Taiana Camargo. O doleiro costumava agraciar seus ‘companheiros’, e além de Taiane – que ganhou mais dois restaurantes -, Luiz Argôlo (SDD) ganhou um helicóptero no valor de R$ 800 mil. “O restaurante funcionava à noite e o Alberto sempre pedia para que as pessoas fossem lá prestigiar. Um desses que ia muito era o Mário Negromonte. Estive várias vezes com ele lá”, reafirmou.

A empresa indicada por Negromonte que a contadora se refere é a Controle e Monitoramento de Veículos. “Depois vim a saber que essa empresa teria sido indicada pelo então Ministro das Cidades, Mário Negroonte. Havia uma aprovação do Denatran para que os carros saíssem já com o dispositivo de monitoramento. Só havia cinco empresas homologadas no país e essa empresa de Goiânia era uma das homologadas”, afirmou.

Fonte: Bocão news.

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...