sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Lucas Gomes Arcanjo, um policial civil de MG, faz acusações contra o candidato do PSDB Aécio Neves.


Sempre repudiei a atitude de pessoas que se utilizam do fato do fulano ou beltrano serem usuários de drogas para atacar sua dignidade. Creio que os usuários de drogas ilícitas assim como os alcoólatras, em primeiro lugar, são dependentes químicos, estão doentes, e como tal tem que ser tratados.

Mas, ciente de que notícias divulgadas na internet merecem atenta verificação das fontes – no caso, a minha fonte foi o jornalista Luís Nassif - , depois de assistir ao vídeo do policial civil Lucas Gomes Arcanjo, de Minas Gerais, senti-me na obrigação de cobrar publicamente das autoridades desse país que investiguem a denúncia do policial mineiro que está acusando Aécio Neves de “envolvimento com o tráfico de drogas”.

Em novembro do ano passado a polícia apreendeu o helicóptero da família de Perrella com 443 quilos de cocaína. Lucas Gomes Arcanjo acusa o Senador Zezé Perrella, do PDT de Minas Gerais, de ser aliado de Aécio no tráfico. Conforme notifica no vídeo divulgado, o policial diz que já sofreu um atentado em consequência dessas investigações.

O policial também diz que o Ministério Público de Minas Gerais e o comando da PM no estado são controlados pelo ex-governador Aécio e pelo PSDB. Talvez por isso o mensalão do PSDB mineiro nunca tenha sido julgado. Lucas Arcanjo também denuncia, em vídeo que está disponível na internet, que “o processo do senador envolvido no caso do mensalão, Clésio Andrade do PMDB/MG, seguiu para Minas a fim de que tivesse o mesmo destino dos outros acusados do mensalão de Minas: o arquivo".

Corre nos bastidores que costumam ser perseguidos e ter a carreira precocemente interrompida os jornalistas que ousam criticar o senador Aécio Neves. É o caso de Marcelo Baeta, demitido da TV Globo mineira, e de Ugo Braga, demitido do jornal O Estado de Minas.

O jornalista Jorge Cajurú foi demitido no ar. Criticou o então governador Aécio Neves por comprar 10 mil ingressos para distribuir aos seus amigos enquanto o torcedor não tinha ingresso disponível para um determinado jogo.

Depois do intervalo comercial não voltou mais. Fora demitido sumariamente (imagens disponíveis na internet). Parece evidente a tentativa da Globo e da Band de blindarem Aécio Neves.

Até para limpar sua imagem, o ex-governador não deveria ser conivente com esse silêncio. É necessário verificar se, de fato, pode existir envolvimento de Aécio Neves com o tráfico de drogas, conforme denuncia o policial.

Poderia este fato estar relacionado com a construção com dinheiro público de um aeroporto no município de Cláudio, em Minas Gerais, em terras da própria família de Aécio? O que pensar do grave incêndio que destruiu o galpão do referido aeroporto, logo depois que essa denúncia veio à tona? Queima de provas? A gravidade dos fatos exige criteriosa e urgente investigação, para que não pairem dúvidas.

As informações são do portal apn.org.br

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...