sexta-feira, 20 de maio de 2016

POLÊMICA: CGU recomenda CHESF demitir Maninho com justa causa, orgão alega que empregado cometeu improbidade administrativa.


No último dia 6 de maio de 2016 o Diário Oficial da União publicou o Relatório final da Comissão de Processo Administrativo Disciplinar e as recomendações da Assessoria Jurídica da CGU-Controladoria Geral da União para aplicar a pena de dispensa por justa causa ao empregado Público da CHESF - Gilberto de Barros Pedrosa Júnior, o popular ‘Maninho’, por ter agido, segundo o relatório com improbidade administrativa.

A CHESF ainda não se manifestou oficialmente sobre a recomendação da CGU para dispensar por justa causa o seu funcionário.

Maninho que morou em Paulo Afonso por dezenas de anos onde ocupou o cargo de Administrador Regional da Chesf (APA) estava comandando a empresa em Salvador, mas já há alguns dias que já havia entregado o cargo uma vez que também foi indicado pelo PT.

Em setembro do ano passado, Maninho foi agraciado pela Câmara de Vereadores de Paulo Afonso como título de cidadania, outorgado pelo amigo, Edson Oliveira Maciel, Dinho. Na oportunidade, o ex-Apa fez a seguinte declaração em seu discurso: “Gostaria de passar os meus últimos dias de empregado da Chesf em Paulo Afonso e aqui me aposentar desta grande empresa”.

Fonte: Portal Ozildo Alves.

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...