quinta-feira, 17 de maio de 2018

Presidente do colegiado faz novas denúncias contra diretor do CETEP I Paulo Afonso.


 Diretor do CETEP I

O professor e Presidente do colegiado José Messias também conhecido como ‘’Dom Bahia’’ faz novas revelações acerca das graves denúncias contra o diretor do CETEP I.

Dom Bahia relata que o diretor está constrangendo alguns funcionários que são membros do colegiado no intuito de conquistar votos para retirá-lo da presidência do colegiado do CETEP I.
‘’Ele se utiliza do cargo para constranger essas pessoas, ele é covarde, não vai diretamente, manda professores que são cumplices de seus desmandos ir em seu lugar’’ afirma Dom.

‘’Chegaram ao ponto de demitir uma funcionária que faz parte do colegiado para amedrontar os demais membros’’ tudo isso com o intuito de fragilizar o colegiado, os votos que ele tem são de algumas pessoas que foram denunciadas na gestão passada a justiça.

O presidente do colegiado escolar denunciou o diretor em vários órgãos são eles: Ministério Público, Procuradoria geral do estado, Corregedoria, Ouvidoria, Superintendência de Educação Profissional, Suprot e Secretaria de Educação.

Dom Bahia tem em seu poder farta documentação que compromete o diretor e alguns de seus subordinados.

Segundo o Presidente do colegiado, esses documentos provam que o diretor cometeu prática de corrupção no CETEP I, e violação dos princípios da gestão pública: LEGALIDADE, MORALIDADE, PUBLICIDADE, IMPESSOALIDADE E EFICIÊNCIA.

‘’Ele é corrupto e também imoral, não cumpre sua carga horária de 40 horas, por
tanto, lesa o Estado. Exerce cargo de diretor sem certificação de gestor. “O mesmo chegou ao absurdo de propor a um membro do colegiado segmento aluno, a mudança do presidente do colegiado”, indagou Dom.

Segundo informações, é notório os absurdos cometidos pelo o gestor, onde toma suas iniciativas sem consentimento e ouvir seus pares: os vices- diretores e o colegiado escolar, e delega quase todas as suas atribuições a terceiros, como por exemplo os articuladores de cursos responder pela gestão e fazer a programação escolar, onde pais responsáveis pelos alunos do turno matutino que são menores de idade amparado pelo Estatuto da Criança e Adolescente- ECA, procurou o presidente do colegiado, indignados, por ter professores pedindo para seus filhos utilizarem do falso testemunho, um ato ilegal e imoral em relação ao cumprimento integral da sua prática docente do presidente do colegiado, configurando perseguição e retaliação.

O Presidente do colegiado reitera que tem provas suficientes contra o diretor e por essa razão ele precisa ser afastado do cargo.

As informações são do Presidente do colegiado escolar Cetep I.

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...